Dr. Igor Balta - Coordenador OGS

Por Igor Balta | 28 de maio de 2021

“Não é o diploma médico, mas a qualidade humana, o decisivo.” 
                                                                         Carl Gustav Jung 

      Se eu tivesse que passar somente uma mensagem com meu texto, seria essa. Em qualquer emprego, empresa ou até mesmo civilização, a qualidade humana é o diferencial de quem irá prosperar e quem ficará pelo caminho.  Na medicina não é diferente, com todo o excesso e facilidade de informação hoje através da internet, cursos, e-books, apostilas, livros, publicações científicas, temos que ter a sensibilidade em entender que isso aprimora a nossa parte técnica, porém, a parte humana não se consegue através desses meios, ela é construída dia após dia, através de relações – e todas suas dificuldades – interpessoais. 


      Mas... espera aí?! Você deve estar pensando:  
      - Quem é esse cara e o que que ele tá falando?!

  
      Desculpe-me, não gosto tanto das formalidades e o meu jeito objetivo de ser esqueceu que, antes de iniciar uma coluna aqui no site da OGS, devo me apresentar. 


Meu nome é Igor da Gama Balta, nascido e criado no interior de Minas Gerais, uma cidade chamada Campanha, com aproximadamente 15.000 habitantes, fiz faculdade de medicina em Juiz de Fora, realizei residência em Clínica Médica pela Santa Casa de São Paulo e atualmente sou residente de Cardiologia no Dante Pazzanese.  
E onde entra a OGS nessa história? Bem, desde o meu 1º ano de clínica médica, eu precisei trabalhar para ajudar a pagar as contas do mês, visto que, a bolsa de residência médica... vocês sabem né?! E o custo de vida em SP é caro. E essa empresa forneceu o meu primeiro emprego! Após terminar a clínica, fiquei 1 ano trabalhando, antes de iniciar a cardiologia e fui convidado a virar diarista de um dos hospitais da OGS e 6 meses após, me contrataram como coordenador médico desse mesmo hospital. 


      Já fui plantonista de porta, enfermaria, observação, emergência, UTI e... ainda sou residente, acho que muitos de vocês que estão lendo, se identificam com isso. Entendo as dificuldades, os sofrimentos, as dúvidas e as conquistas de vocês. Sei que muitas vezes interrogam se você não está trabalhando demais, ou estudando demais. Sei também que muitas pessoas que estão ao seu lado não entendem o quanto é cansativo a rotina, que não imaginam o quanto é sofrido sair de um plantão caótico de 24 horas em que você mal descansou e ter 12 horas de residência (ou trabalho) pela frente ainda, nesse momento eu, literalmente, consigo sentir essa sensação na pele. 
      A partir de agora, sempre que postar por aqui, ou aparecer nas redes sociais, irei falar de tudo que envolve a medicina, seja ela parte técnica ou humana e demonstrar a vocês que dentro da OGS é possível ter uma carreira médica, basta reler a primeira frase desse texto pra entender a filosofia da equipe e o seu diferencial. Quer crescer dentro da OGS? Conversa comigo e me fale sua visão de futuro. Pode parecer arrojado demais para você?! Sim, é! Mas como disse acima, eu sou assim, objetivo. 


      Então, não se esqueça, o seu diploma te coloca dentro do jogo, a sua qualidade técnica vence a partida, porém, a sua qualidade humana, te faz vencer o campeonato. 


      Um forte abraço, nos vemos em breve!